Publicidade Cabeça

Vitor Penido e mais 439 políticos são denunciados pela PGR na Farra das Passagens


PGR demotou pelo menos sete anos para apresentar denúncia que chegou à justiça na última sexta-feira; apesar de não poder condenado por fatos estranhos ao seu mandato, em caso de condenação, Vitor poderá responder a processo de impeachment

O prefeito de Nova Lima, Vitor Penido de Barros, do Democratas, foi denunciado pela Procuradoria-Geral da República, em denúncias assinadas pelo procurador Elton Ghersel, pelo escândalo que ficou conhecido como "Farra das Passagens".

A denúncia que foi feita pelo jornal Congresso em Foco só chegou à justiça nesta última sexta-feira, dia 28 de outubro, apenas 26 dias após Penido vencer as eleições para prefeito sobre Jaconias Gomes, do PRB.

Além de Vitor Penido, outros 439 partidos de derivadas legendas, como PSDB, PMDB, PDT, PSDB, PR, PT e PP, também foram denunciados. Contudo, as denúncias foram distribuídas num total de 55. 

O crime atribuído à eles pelo procurador Elton é peculato. O esquema consiste em usar passagens da Câmara dos Deputados e Senado Federal para situações pessoais, o que caracteriza uso indevido do dinheiro público. Eles usavam o dinheiro para viajar ao exterior ou até concedia passagens à terceiros, como parentes e amigos. Contudo, em nenhum dos casos, o montante era usado para a atividade como parlamentar.

Além de democrata nova-limense, outras pessoas estão envolvidas, como: Moreira Franco (PMDB), ministro do governo Michel Temer; Ciro Gomes, do PDT e pré-candidato à presidência; Eduardo Cunha (PMDB), preso no âmbito da Operação Lava Jato.

As denúncias precisam ser aceitas pelo relator Olindo Menezes, do Tribunal Regional Federal (TRF). Se ele votar por abrir a denúncia, todos os 440 políticos virarão réus e em caso de condenação podem pegar 12 anos de cadeia. 

LEIA A MATÉRIA DO SITE CONGRESSO EM FOCO, QUE É DO UOL

VEJA A LISTA DE POLÍTICOS


Nenhum comentário

Sempre Nova Lima - 2016. Tecnologia do Blogger.