Publicidade Cabeça

Operação Harmonia prende suspeito de sonegar impostos em Nova Lima




Imagem: Guia do Estudante

Um empresário foi preso nesta segunda-feira (12) após a deflagração da Operação Harmonia, que investiga esquema de sonegação de impostos em Nova Lima, na região Metropolitana de Belo Horizonte. A ação foi coordenada pela Secretaria de Estado de Fazenda em parceria com o Ministério Público e a Polícia Civil.

Mozart Emílio dos Santos, proprietário da metalúrgica MZT Indústria Mecânica, foi preso pelos policiais. As investigações focavam na empresa de Santos, que é suspeita de utilizar créditos indevidos do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e deixar de recolher o tributo. A estimativa é que a prática tenha causado prejuízo de R$32 milhões aos cofres públicos.

Além da prisão de Santos, foram expedidos mandados de busca e apreensão na sede da empresa e na residência do empresário. O objetivo foi coletar documentos e arquivos digitais para apurar o valor real das operações realizadas pela MZT Indústria Mecânica e, com as informações, efetuar a cobrança do ICMS.

Também foram feitas buscas com o objetivo de identificar bens patrimoniais que podem caracterizar a ocorrência de lavagem de dinheiro.
A força-tarefa da Operação Harmonia foi composta por 13 auditores do Núcleo de Atividades Fiscais Estratégicas da Secretaria de Fazenda e 10 policiais civis. O nome, Harmonia, faz referência ao nome do empresário preso, Mozart.

Do Jornal O Tempo

Nenhum comentário

Sempre Nova Lima - 2016. Tecnologia do Blogger.