Publicidade Cabeça

Após manobra política, Zé Guedes é reeleito presidente da Câmara

Foto: Reprodução Facebook - Zé Guedes com o senador Aécio Neves em 2012

Após manobra política, o vereador José Guedes (DEM), foi reeleito presidente da Câmara dos Vereadores nesta terça-feira, dia 03, logo após o parlamentar Alessandro Bonifácio, o "Coxinha" (PRTB), ter renunciado ao cargo de presidente do Poder Legislativo.

Coxinha foi eleito no último domingo, dia 1º de janeiro de 2017, quando a atual legislatura tomou posse. Contudo, em manobra política para favorecer Guedes, o mesmo renunciou ao cargo e com isso abriu brecha para que o político do democratas se candidatasse à presidência novamente.

Zé Guedes não podia ser candidato novamente já que havia cumprido um mandato. Porém, o regimento interno da casa afirma que em caso de renúncia de algum presidente, este candidato que já havia cumprido um mandato fica elegível ao cargo novamente. 

A vitória de Guedes impõe derrota ao governo Vitor Penido de Barros (DEM), que é do mesmo partido do presidente eleito. Zé é contra a redução do orçamento da Câmara dos Vereadores de R$30 milhões para R$10 milhões em 2017. O valor enviado por Vitor para aprovação dos vereadores é parte do pacote de ajuste fiscal do governo municipal.

Esta foi a primeira derrota política de Penido na Câmara. Isso mostra, também, que o prefeito terá dificuldades em votações importantes no Legislativo, a começar do orçamento de 2017 que ainda não foi apreciado.

Além do presidente eleito, os vereadores escolheram Álvaro Azevedo (PSDB) como vice-presidente e Alessandro Coxinha como primeiro secretário da mesa diretora.

Nenhum comentário

Sempre Nova Lima - 2016. Tecnologia do Blogger.