Publicidade Cabeça

Pesosas não respeitam assentos prioritários em ônibus





Pessoas não respeitam os assentos prioritários em transporte público. E esta afirmação não é uma realidade apenas em Nova Lima, mas também no Brasil como um todo. É fácil você encontrar um idoso em pé e um jovem assentado em uma cadeira destinada para idosos, gestantes, obesos, crianças de colo e pessoas com deficiência.

A lei 10.048 de 8 de novembro de 2000 estabelece, em seu artigo 3º, que "as empresas públicas de transporte e as concessionárias de transporte coletivo reservarão assentos, devidamente identificados, aos idosos, gestantes, lactantes, pessoas portadoras de deficiência e pessoas acompanhadas por crianças de colo."

Já na cidade do Rio de Janeiro, quem sentar na cadeira preferencial com uma dessas pessoas dentro do ônibus, levará multa de R$100 reais, conforme lei sancionada pelo ex-prefeito Eduardo Paes (PMDB).

Além disso, há cidades, como Juiz de Fora, que já estabeleceram que todos os assentos são prioritários para as pessoas mencionadas nos termos da lei.

Nenhum comentário

Sempre Nova Lima - 2016. Tecnologia do Blogger.