Publicidade Cabeça

Vereadores se posicionam contra cortes em benefícios de servidores





Os vereadores José Guedes (DEM), Álvaro Azevedo (PSDB), SD. Flávio de Almeida (PT), Tiago Tito (PSD) e Kim do Gás (PPS) se posicionaram contra cortes de benefícios de servidores públicos da Câmara dos Vereadores e também da Prefeitura de Nova Lima.

Eles se comprometeram a votar contra qualquer pacote de ajuste fiscal que passe pela casa legislativa, que busque a retirada de benefícios dos funcionários públicos. Inclusive, eles já se posicionaram contra uma lei que o prefeito Vitor Penido (DEM) quer aprovar, que tira dos vereadores o poder de aprovar ou não cortes em benefícios.

Em reunião entre o Ministério Público de Nova Lima, José Guedes e Penido, o prefeito teria dito: "Existe a necessidade premente que sejam colocados em votação outros projetos de lei como o que define o Plano Decenal de Educação e alterações na Lei Orgânica Municipal, principalmente no que se refere à autorização para que o Prefeito Municipal edite leis delegadas em matéria de cortes e ajustes financeiros, principalmente no que pertine às despesas com pessoal."

Qualquer matéria que vise o corte de direito adquirido pelos servidores necessita passar pelo legislativo nova-limense. Para vários especialistas, caso o prefeito faça isso, estaria retirando o poder de legislar dos vereadores.

Os posicionamentos contrários ao governo foram dados em reunião com servidores da Câmara. Há, nos bastidores, informações que em breve Vitor apresentará plano de cortes de benefícios. Um deles é dos professores e funcionários que trabalham 4 horas por dia: estes deixariam de receber vale alimentação.

Nenhum comentário

Sempre Nova Lima - 2016. Tecnologia do Blogger.