Publicidade Cabeça

Polivalente decide manter greve; outras escolas deverão seguir




A Escola Estadual João Felipe da Rocha, Polivalente, decidiu por 21 votos a 12 manter a greve contra a Reforma da Previdência e a Terceirização. A greve, portanto, está mantida até o dia 6 de abril de 2017, quando novas deliberações serão discutidas.

No dia 31 de março, inclusive, está marcado uma grande manifestação contra as reformas empreendidas pelo presidente Michel Temer (PMDB). A mobilização para o ato é nacional.

Já no dia 4 de abril, professores prometem fazer uma aula na Praça Bernardino de Lima, às 16h, explicando o que é a Reforma da Previdência e sobretudo o que é o projeto de Terceirização da atividade fim, aprovado pela Câmara dos Deputados e na iminência de ser sancionada por Temer.

Já no dia 6 de abril, uma assembléia será feita com a convocação de todos os professores da rede estadual de ensino em Belo Horizonte.

Nenhum comentário

Sempre Nova Lima - 2016. Tecnologia do Blogger.