Publicidade Cabeça

Médico idoso que atendia em Nova Lima é preso por suspeita de estupro


Reprodução/TV Record Minas

Do R7 - Um médico ginecologista, de 70 anos, foi preso, em Belo Horizonte, suspeito de estuprar, pelo menos, sete pacientes no Estado. De acordo com as investigações, ele se aproveitava da consulta médica — um momento em que as vítimas estavam vulneráveis — para abusar delas.




Saulo Andrade Oliveira atendia em um hospital particular com unidade em várias cidades da Grande BH e em três postos de saúde da prefeitura de Betim, também na região metropolitana. Durante as investigações, a polícia apurou que várias denúncias informais sobre a conduta dele nas consultas foram feitas nesses postos. Em um deles, depois de tantas reclamações, a gerência só permitia que o ginecologista atendesse na presença de uma técnica de enfermagem.

Desde 2008, sete mulheres procuraram a polícia para denunciar que foram vítimas do médico. Foram dois registros em Nova Lima, dois em Belo Horizonte e três em Betim. Uma das vítimas estava grávida e teria sido abusada durante uma consulta de pré natal.

Segundo a Polícia Civil, Oliveira vai ser autuado por violação sexual mediante fraude. A pena pode chegar a seis anos de prisão para cada crime cometido. A delegada Cristiane Oliveira, responsável pelo caso, acredita que novas vítimas do ginecologista podem aparecer.

Nenhum comentário

Sempre Nova Lima - 2016. Tecnologia do Blogger.