Publicidade Cabeça

Entre 2015 e 2016, crimes violentos aumentaram 13% em Nova Lima





Nas redes sociais olhares atônitos. Nos noticiários mais um crime. Nova Lima experimenta algo novo, o aumento da criminalidade. Desde 2012 até 2015, os crimes violentos aumentaram pelo menos 68%, conforme dados da Secretaria de Defesa Social do Governo de Minas Gerais (Leia Aqui).

A cada ano que passa a situação piora. De 2015 a 2016, por exemplo, a cidade observou aumento de 13% no índice de crimes violentos, também segundo informações da SEDS.


São considerados crimes violentos os seguintes delitos: estupro consumado, estupro de vulnerável consumado, estupro de vulnerável tentado, estupro tentado, extorsão mediante sequestro consumado, homicídio consumado, homicídio tentado, roubo consumado, Sequestro e cárcere privado consumado. 


Em 2017, até abril - momento em que os dados da secretaria paralisam -, são 170 casos de crimes violentos. Porém, as execuções cada vez mais impiedosas de pessoas têm chamado atenção da cidade. 


A cidade encaminhava para o início da madrugada quando um rapaz de Betim foi assassinado a pedradas no bairro Cruzeiro (Leia Aqui). Como se já não bastasse, uma mulher foi encontrada morta no Matadouro, também em mais um crime (Leia Aqui). No último mês, o dono do estabelecimento "Ponto do Lanche" foi friamente assassinado em um bar, quando se divertia com amigos. Nos três casos ninguém foi preso.


Já o ápice de homicídios aconteceu em 2013, quando a cidade viu 16 pessoas serem assassinadas, segundo a SEDS. Em 2016 foram oito pessoas e até abril de 2017 seis pessoas.


Nova Lima não destoa do Brasil


A cidade não destoa do Brasil, apesar de ainda ter números meigos quanto a criminalidade se comparada a grandes centros. Entre 2011 e 2015 o país registrou mais de 278 mil assassinatos, o que dá um número extraordinário e próximo da guerra na Síria.


A estatística mostra que em 2015 a cada 9 minutos uma pessoa era morta. Em meio a dados horripilantes, no entanto, Ceará, um estado extremamente violento, registrou queda na Semana Santa dos seus crimes violentos na ordem de 26%. Em Cuiabá também, por exemplo, houve queda de 37% dos homicídios em um dado mês.

Nenhum comentário

Sempre Nova Lima - 2016. Tecnologia do Blogger.