Publicidade Cabeça

Exclusivo: Kim do Gás poderá mudar seu voto e ir contra Reforma


Foto: Reprodução Facebook

Na esteira da votação e discussão da Reforma Administrativa, o governo parece ter a maioria para aprovar o projeto de lei. Contudo, a pressão dos servidores públicos e a grande discussão entre governistas e vereadores independentes, tem atrasado a aprovação do projeto.


Na última sessão plenária ficou explícito que Vitor Penido (DEM) conta com a maioria para aprovar o PL. Os vereadores governistas derrotaram emendas feitas pelo parlamentar Álvaro Azevedo (PSDB), que não concorda com o texto base da reforma (Leia Aqui).

Silvânio Aguiar (SD), Tiago Tito (PSD), Kim do Gás (PPS), Fausto Niquini (PSD), Boi (PEN) e Wesley de Jesus (PEN) foram aqueles que derrotaram Álvaro. 

Contudo, segundo informações exclusivas adquiridas pelo Sempre Nova Lima, o vereador Kim do Gás poderá mudar seu voto. Desde a última reunião, onde ajudou a derrotar as emendas que poderiam alterar vários pontos do projeto, Kim tem expressado a seus assessores a intenção de mudar seu voto.

Com isso, ficaria empatado em 5 a 5 a votação e José Guedes (DEM), presidente da casa legislativa, empataria e o projeto seria reprovado por 6 a 5. Porém, um importante assessor de Kim e aliado do governo de Vitor Penido, é quem impede o vereador a votar para derrotar a Reforma Administrativa.

Kim que é muito calado em sessões da Câmara dos Vereadores, já participou do G-6 (grupo dos seis) que derrotaram Vitor no início do ano, na votação do orçamento da cidade e da Câmara. Contudo, ele migrou para o lado que sustenta o governo logo em seguida.

Em tempo: solicitamos posicionamento do gabinete do vereador Kim do Gás. Não temos resposta.

Um comentário :

  1. Quando publiquei matéria no Cultura & Comércio intitulada "One man, one voto" Um homem, um voto, em que falei da importância de se aumentar o número de vereadores, nem que fosse mais um, pelo menos a Câmara teria número ímpar de vereadores e José Guedes (a quem sempre dei meu voto) não teria esse poder todo (o de empatar e depois desempatar com o voto de minerva).

    ResponderExcluir

Sempre Nova Lima - 2016. Tecnologia do Blogger.