Publicidade Cabeça

Iniciada restauração do Cruzeiro da Boa Vista





Na última segunda-feira (24), foi removido o famoso Cruzeiro do Bairro Boa Vista, peça construída em madeira Garapa (dura, fácil de trabalhar, de longa durabilidade e que recebe bom acabamento), para passar por um processo de restauração, devido ao seu desgaste ao longo do tempo. 
Localizado a mais de 1.000m de altitude, no pico do monte denominado Curral Del-Rey, o monumento foi erguido no século 19, medindo 11,10m x 4,40m. O local sempre foi muito requisitado para visitação de fiéis, que ali encontram paz, tranquilidade e ambiente perfeito para expressarem suas crenças. Ideal para realização de orações e reflexões, a estrutura recebe diversos peregrinos vindos em procissões em dias santos na cidade. Antigamente, muitas festas eram realizadas em seu entorno. Há iluminação noturna diária do Cruzeiro, servindo, inclusive, de ponto de referência para os nova-limenses.

Este trabalho de reforma, portanto, visa a preservação de uma parte da história do aprazível bairro Boa Vista e de sua simpática comunidade.

Delicado e demorado, o processo de restauração da peça tem previsão de conclusão de 30 dias, onde serão realizadas trocas dos blocos da madeira. Porém, se verificado que a base de sustentação da estrutura também está comprometida, esta será substituída, gerando, assim, aumento no prazo para término do serviço.

Como todo ambiente religioso e místico, o Cruzeiro da Boa Vista não poderia ser diferente em relação às lendas e histórias. Uma delas dá conta de que entre os mineiros (trabalhadores da Mina) havia a crença de que rezar ao pé do Cruzeiro evitava acidentes na Mina, o que fez a fama do local como um espaço de fé e pedidos de bênção não apenas destes trabalhadores, mas de toda a população da cidade.

Crédito das fotos: Facebook Ademir Marques

Nenhum comentário

Sempre Nova Lima - 2016. Tecnologia do Blogger.