Publicidade Cabeça

País registra deflação e inflação atinge menor taxa desde 98




O país registrou deflação de 0,23%, ou seja, os preços caíram neste patamar no mês de junho, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira, dia 7.

Esta é a primeira deflação em 11 anos - a última foi em 2006 - quando a taxa caiu em 0,21%. A queda dos preços foi maior do que a projetada pelo mercado, que possuía expectativa de queda de 0,18%. Com isso, em 12 meses, a inflação fechou em 3%, a menor desde 1998.

Se comparado a junho do ano passado, quando a inflação atingiu 0,35% positivo, houve queda de 0,58%. O primeiro semestre do ano, portanto, atingiu patamar inflacionário de 1,18%, uma das menores taxas dos últimos anos.

O desempenho dos preços se dá pela crise econômica por qual ainda passa o Brasil. Apesar do crescimento no primeiro trimestre deste ano - a economia cresceu 1% -, as famílias estão ainda consumindo menos, fruto do desemprego. 

Além disso, o aumento das exportações foi o grande responsável pelo PIB (Produto Interno Bruto) positivo no primeiro trimestre de 2017, já que houve menor investimento empresarial e menor gasto do governo.

O grande motivo pela deflação foi a queda na conta de energia elétrica, que passou operar em bandeira tarifária de cor verde, onde não há sobretaxa sobre a conta de luz. Além disso,  o grupo de alimentos também registrou mais uma deflação.

Nenhum comentário

Sempre Nova Lima - 2016. Tecnologia do Blogger.