Publicidade Cabeça

Temer é reprovado por 94% dos brasileiros, diz pesquisa



Foto: EFE/Joédson Alves

O presidente da República, Michel Temer (PMDB), é reprovado por pelo menos 94% dos brasileiros, disse uma pesquisa divulgada pela Ipsos Public Affairs - empresa internacional presente em 88 países - e feita pela Pulso Brasil. A Ipsos faz essa pesquisa desde 2005.
O levantamento foi feito por meio de amostra probabilística e para isso a Pulso entrevistou 1.200 pessoas em 72 cidades brasileiras entre 1 e 14 de julho. A margem de erro situa-se entre 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

Ou seja, a rejeição a Temer oscila entre 91 a 97%. Entre os entrevistados, pelo menos 85% afirmam que o governo do presidente é "ruim ou péssimo", um recorde se comparado aos últimos presidentes. 


Temer é mais rejeitado que Aécio Neves (PSDB-MG), que foi flagrado pedindo R$2 milhões para o empresário Joesley Batista, e que o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), preso e condenado pela operação Lava Jato.


Aécio teve 90% de reprovação e Cunha, por sua vez, obteve 93%. No cenário, a Ipsos projeta que a situação do peemedebista poderá piorar já que a falência das contas públicas provocará mais aumentos de impostos. A outra avaliação é que a delação da JBS, feita por Joesley, ainda arruína a vida política do presidente.


Temer que foi gravado pelo mesmo Joesley em sua residência oficial, conversou sobre derivados temas, teria adiantado o corte na taxa de juros pelo Banco Central, conversou sobre nomeações no Cade para ajudar a empresa dos irmãos Batista e ainda teria dado aval para a continuação da compra de silêncio de Eduardo Cunha.

Nenhum comentário

Sempre Nova Lima - 2016. Tecnologia do Blogger.