Publicidade Cabeça

Ex-vereadores de Nova Lima são condenados a devolver R$474 mil aos cofres públicos





Ex-vereadores de Nova Lima foram condenados a devolver R$474 mil reais aos cofres públicos, em sentença proferida pelo Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais nesta terça-feira, dia 29.


Os titulares das cadeiras no ano de 2006 receberam verba indenizatória o que foi considerado irregular pelo relator do processo, Mauri Torres. Segundo levantou o Sempre Nova Lima, cabe recurso ao plenário do TCEMG.

Técnicos do Tribunal fizeram uma inspeção na Câmara de Nova Lima na época quando descobriram a irregularidade. Eles possuem o objetivo de fiscalizar a gestão orçamentária, financeira e patrimonial do legislativo. 

As inspeções constataram que houveram irregularidades no pagamento de tais verbas indenizatórias a estes vereadores: Cássio Magnani Júnior (ex-prefeito que foi cassado em 2016), Dalva Lúcia Borges, Jorge da Cunha Pereira, José Raimundo Martins, Luciano Vitor Gomes, Nélio Aurélio de Souza, Marcelino Antônio Edwiges e Ronaldes Gonçalves Marques. 

Cada deverá devolver aos cofres uma quantia em média de R$47.472. O ex-parlamentar José Marcos Barbosa terá que ressarcir a quantia de R$ 27.692 e a ex-vereadora Maria das Graças Reis Couto devolverá R$ 19.780. Os sucessores do parlamentar Diogo Pulião Mozelli Taveira, ex-vereador falecido, também receberam a citação para o ressarcimento.

Nenhum comentário

Sempre Nova Lima - 2016. Tecnologia do Blogger.