Publicidade Cabeça

Rio das Velhas diminui vazão de água e pode entrar em colapso




O período de estiagem chegou e com ele a menor vazão dos rios que abastecem as casas. Um exemplo claro é o Rio das Velhas, que apresentou um índice de estado de alerta para sua vazão e preocupa as autoridades.


Um dos casos é Honório Bicalho, em Nova Lima, na ETA Bela Fama, onde a pouca chuva dos últimos meses provoca preocupação com a falta de água novamente. Minas Gerais sobreviveu sobre forte alerta em 2015, sob efeito do "El Niño", que impedia a formação de chuvas no Sudeste do país.

Na quarta-feira, a vazão atingiu 10,4 metros cúbicos por segundo (m3/s). No dia anterior, 9,7m3/s, configurando estado de alerta. A situação pode se repetir nos próximos dias, devido ao início da temporada de estiagem

"De acordo com a Deliberação Normativa 49 (ano 2015), do Conselho Estadual de Recursos Hídricos, estar abaixo do Q7,10 significa entrar em estado de alerta, em que o risco de escassez hídrica, que antecede ao estado de restrição de uso, pode implicar restrições de uso para captações de águas superficiais e no qual o usuário de recursos hídricos deverá tomar medidas e se atentar às eventuais alterações do estado de vazões”, alertou o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas.

O Rio das Velhas é o que abastece a Grande BH e necessita de pelo menos 6,5m3/s. Segundo o presidente do Comitê, Marcus Vinícius, a situação é grave:

“Estamos apenas iniciando o período de estiagem e o cenário já é este. Se não quisermos vivenciar um colapso da situação hídrica e do abastecimento da Região Metropolitana de BH em curto prazo, é preciso que todos os atores revejam os modos sobre como estamos usando a nossa água, e também os locais que abastecem nossos mananciais”, adverte.

A Copasa ainda não se pronunciou sobre o fato.

Nenhum comentário

Sempre Nova Lima - 2016. Tecnologia do Blogger.