Publicidade Cabeça

Governo e oposição se articulam sobre IPTU




O governo Vitor Penido e a oposição ao governo, leia-se SD. Flávio de Almeida (PT) e Álvaro Azevedo (PSDB), já travam batalhas no quesito aumento do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU).

A ideia do governo é dialogar com os vereadores o máximo possível para que a reforma tributária seja aprovada o mais rápido possível. O prefeito e seus assessores já sofreram um certo revés depois que o projeto de lei que parcela dívidas tributárias teve sua votação cancelada por pedido de vistas de Flávio.


Álvaro se posicionou a favor do projeto, contudo, apontou vícios e ilicitudes que poderiam acarretar problemas jurídicos para o prefeito. Ele disse, em plenário, que alertou o Penido sobre tais vícios e ilicitudes. O prefeito parece ter atendido as demandas.

Contudo, tanto Álvaro quanto Flávio se disseram contra o projeto que visa o aumento do IPTU. A ideia do governo é aumentar as receitas mesmo após a aprovação da reforma administrativa.

Apesar de ter a maioria dos vereadores na Câmara e isso ficou evidenciado na votação da reforma, apenas Wesley de Jesus (PEN), líder do governo, faz defesa sistemática do governo municipal. Foi ele quem enfrentou Álvaro e também Flávio em duas discussões recentes: do IPTU e do parcelamento da dívida ativa.


Nenhum comentário

Sempre Nova Lima - 2016. Tecnologia do Blogger.