Publicidade Cabeça

PIB estagna no terceiro trimestre, mas é positivo pela terceira vez




A economia brasileira estagnou no terceiro trimestre e o PIB (Produto Interno Bruto) variou positivamente 0,1%, disse o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta sexta-feira, dia 1º de dezembro.

O estudo do Instituto dá conta que o setor industrial registrou avanço de 0,4%, bem como o setor de serviços subiu, também, 0,6%. Já a agropecuária tombou 3% no trimestre. A Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF), que mede os investimentos na economia, registrou avanço significativo de 1,6% e o consumo das famílias subiu 1,2%. No entanto, o consumo do governo caiu 0,2%.


Se comparado ao mesmo trimestre de 2016, o PIB subiu 1,4%. Contudo, se compararmos os números aos últimos 4 trimestres, o PIB caiu 0,2%. Já a indústria registra 0,9% no ano; o setor de serviços queda de 0,2%; a Formação Bruta de Capital Fixo, queda de 3,6%; o consumo das famílias aumento de 0,4%; e o consumo do governo 0,6%.

A valores correntes, o PIB soma R$1,641 trilhões de reais. O PIB é tudo o que o país produz de bens finais na economia. Ou seja, a produção de minério, por exemplo, não é contabilizada já que pode ser usada para produzir um bem final. Se o IBGE contabilizar o minério na sua produção e no momento em que é usado para produzir algum bem final na economia, estaria contabilizando o minério no PIB por duas vezes.

Contudo, se o minério é exportado - o que normalmente acontece -, a exportação é contabilizada no cálculo do PIB, subtraindo as importações. Bens finais podem ser carros, fogões, computadores, armários.

Nenhum comentário

Sempre Nova Lima - 2016. Tecnologia do Blogger.