Publicidade Cabeça

Prefeitura consegue aprovar queda de ISS para bancos





A Prefeitura Municipal de Nova Lima conseguiu aprovar na Câmara Municipal a redução do Imposto Sobre Serviços (ISS) de Instituições Financeiras de 5 para 2%. O texto foi debatido e aprovado pelos vereadores na última terça-feira, dia 12 de dezembro.



Apenas os vereadores Álvaro Azevedo (PSDB) e Flávio de Almeida (PT) foram contrários à medida. Não apenas: eles também votaram contra às mudanças na taxa de contribuição da iluminação pública que altera a isenção da contribuição para famílias que consomem até 90 KwH. 

Agora apenas as famílias que consomem 30 KwH serão isentas da contribuição. As medidas são parte do processo de ajuste fiscal adotado pelo governo Vitor Penido (DEM) desde o início da sua gestão, em janeiro de 2017. Em plenário, Álvaro criticou a medida e questionou se "as pessoas vão viver a luzes de vela".

Este tipo de contribuição, normalmente, isenta famílias de baixa renda de dispêndios. Os economistas afirmam que tal medida aumenta a renda disponível destas famílias o que se torna uma forma de melhorar a renda e consequentemente o acesso à bens básicos. 

O vereador tucano, bem como o vereador petista, veem com maus olhos a redução dos impostos para os bancos, instituições ricas, e o aumento da contribuição do mais pobre para a Prefeitura.

Um comentário :

  1. Sem duvida parece o velho erro cometido pelo PT no governo federal de isentar as grandes empresas de impostos achando que elas gerariam empregos o que acabou provocando um rombo nas contas publicas e ao mesmo tempo onerando a classe média. Complicado

    ResponderExcluir

Sempre Nova Lima - 2016. Tecnologia do Blogger.