Publicidade Cabeça

Presidente da Empresa Mineira de Comunicação morre em decorrência de Febre Amarela


Foto: Divulgação


O compositor Flávio Henrique, de 49 anos, morreu em decorrência de Febre Amarela, anunciou o Hospital Mater Dei nesta manhã de quinta-feira, dia 18. A sua morte foi confirmada por volta das 7h30. 

Flávio que era presidente da Empresa Mineira de Comunicação, órgão responsável pela Rádio Inconfidência e pela Rede Minas, foi internado na última quinta-feira, dia 11, com estado febril. 

Ele estava no CTI (Centro de Terapia Intensiva) desde o fim de semana em estado clínico grave. A família não quis gravar entrevista com nenhum órgão da imprensa. Ainda não há informações sobre o enterro do compositor.

Minas Gerais teve 22 casos registrados de Febre Amarela desde dezembro de 2017. Pelo menos 15 pessoas morreram. Os dados são da Secretaria Estadual de Saúde (SES). Nova Lima é a campeã de mortes no estado, com cinco confirmadas.

A cidade, inclusive, decretou situação de emergência em saúde pública depois das fatalidades em decorrência da doença. (Leia Aqui)

Nenhum comentário

Sempre Nova Lima - 2016. Tecnologia do Blogger.