Publicidade Cabeça

Gigante produtora de insulina espera aval para começar operar em Nova Lima


A gigante empresa de produção de insulina, Biomm, já investiu pelo menos R$ 180 milhões na construção do seu polo industrial em Nova Lima.

Agora só depende da Anvisa para começar a operar na cidade que fica na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Para isso a Biomm terá que passar pelo processo de comissionamento, validação dos processos fabris e homologação.

Atualmente, a empresa já comercializa alguns medicamentos com base em parcerias internacionais. Os medicamentos são o Glargilin e o InsuBiomm.

Porém, a Anvisa negou o registro destes mesmos medicamentos para o Brasil. A Biomm informou que tomará as medidas para aprovar o projeto num recurso ao próprio órgão.

Para além do problema no registro dos medicamentos, a Biomm também enfrenta situações adversas em sua condição financeira. Segundo o site "Diário do Comércio", o presidente do BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento), Paulo Rabello, admitiu iniciar conversas para renegociar o financiamento feito para construção da planta industrial.

A Biomm não adquiriu financiamentos apenas no BNDES. Mas também no BDMG (Banco do Desenvolvimento de Minas Gerais), na Fapemig (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais) e, por último, na Finep (Agência Brasileira de Inovação).

Com a construção da Biomm, Nova Lima se torna pioneira na produção de medicamentos ligados à biotecnologia, já que é a única do Brasil e da América Latina e a terceira no mundo.

Nenhum comentário

Sempre Nova Lima - 2016. Tecnologia do Blogger.