Publicidade Cabeça

Nova Lima já arrecadou mais de R$20 mi com o minério



Foto: PRF/Reprodução




A arrecadação com a Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM), ou seja, o royaltie do minério, avançou 42,9% em Minas Gerais, segundo o Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM). Os valores são referentes a janeiro e fevereiro.

Até o momento o estado arrecadou R$181,3 milhões de reais, acima dos R$126,8 milhões do ano de 2017 arrecados no primeiro bimestre. No Brasil como um todo foi arrecadado R$419,5 milhões, o que quer dizer que Minas arrecadou 43,2% do total arrecadado pelo país como um todo.

Do montante pago pelas mineradoras, 65% vai para os municípios mineradores, 23% para os estados e 12% para a união. 

Diante destes números, o município que mais arrecadou com o royaltie do minério no bimestre foi Nova Lima, na Região Metropolitana da capital, com R$20,8 milhões de reais, correspondendo a 11,4% do total destinado à Minas e 4,9% do que destinado ao país como um todo.

O orçamento projetado e aprovado na Câmara dos Vereadores prevê um orçamento de R$528 milhões para 2018. Contudo, o reajuste do IPTU não pôde ser colocado em prática já que a Justiça barrou a PMNL de emitir as guias.

Até por isso, o prefeito Vitor Penido conta com o aumento da alíquota do minério para reforçar o caixa da cidade.



Nenhum comentário

Sempre Nova Lima - 2016. Tecnologia do Blogger.