Publicidade Cabeça

Sempre flagra esgoto aberto caindo na Banqueta do Rego Grande




O Sempre Nova Lima flagrou um esgoto sendo despejado na Banqueta do Rego Grande nesta última terça-feira, pela tarde. O local aonde está sendo despejado o rejeito tem formado uma água, obviamente, extremamente suja. O local fica após o final do Depósito Carajás, na Rua Lauro Magalhães Santeiro, sentido bairro Vila Operária.

O local, que está tomado de mato, vem sendo caso de protesto de um grupo organizado da sociedade civil. A Prefeitura de Nova Lima decidiu que não mais cuidaria da Banqueta do Rego Grande e que este é de responsabilidade da Anglo Gold Ashanti. A Anglo, no entanto, não se manifestou sobre qualquer manutenção no local. 



O córrego foi construído em 1890 pela Saint John D’el Rey Mining Company (atual AngloGold Ashanti) com o objetivo de captar água do Ribeirão dos Cristais para diversas funções: lavagem de minério, movimentação dos pilões e até bombear a água para a mina. 

O canal é conhecido em Nova Lima como Banqueta do Rego e corre ao longo de toda Avenida Aldo Zanini. A banqueta tem 4.676 metros de comprimento, tinha vazão de 20.000 litros por minuto e mantém até hoje o trajeto original. O córrego desembocava na "Máquina", hoje Centro de Educação Ambiental da AngloGold Ashanti.

Além disso, desde sua construção o Rego Grande já era utilizado não só para atender a mineração, mas também para atividades de lazer para brasileiros e ingleses, conforme explica Burton: “Entrando no portão, chegamos ao Rego, ao longo de cuja margem Mr. Gordon construiu um bom caminho. Aqui, nas tardes quentes, os jovens ingleses se refrescam tomando banho. A água nasce no Morro das Cabeceiras, a cerca de quatro milhas de distância ao longo de seu curso (...)", disse Burton, um historiador que abordou a cidade em um dos seus livros.

Nenhum comentário

Sempre Nova Lima - 2016. Tecnologia do Blogger.