Publicidade Cabeça

Prefeitura já arrecadou mais de R$128 milhões mesmo sem IPTU



Foto: Youtube

A Prefeitura de Nova Lima já arrecadou R$128,077 milhões de reais, sem o IPTU, que segue um embate jurídico na cidade. O valor é 15,6% menor do que o registrado no mesmo período de 2017 (de 1 de janeiro até 2 de abril). 

Contudo, o valor é menor porque naquele momento a Prefeitura havia disponibilizado para pagamento as guias do IPTU que não era objeto de ação judicial. Neste ano, a administração Vitor Penido não soltou as guias para pagamento, já que o reajuste aprovado na Câmara dos Vereadores foi derrubado através de uma liminar. É esperado arrecadar pelo menos R$60 milhões com o imposto.


Recentemente, o corpo jurídico da PMNL tentou cassar a liminar que impedia o reajuste de ser praticado, contudo, a justiça voltou a negar o pedido do município. (Leia Aqui)


A Receita Corrente Líquida, aquela que soma os tributos arrecadados do governo e deduz as transferências constitucionais, somou R$117,230 milhões de reais, contra R$140,112 milhões em 2017, valor que é 16,3% menor.


Já no campo das despesas, a PMNL tem um valor empenhado de R$345,807 milhões de reais, mas declarou que gastou R$26,403 milhões e tem R$32,099 milhões liquidados, ou seja, valor que deve ser efetivamente pago.


Em 2017, até a mesma data, a Prefeitura já tinha empenhado R$231,289 milhões de reais, pago R$67,840 milhões e liquidado R$98,075 milhões. Até o último quadrimestre, em dezembro de 2017, o prefeito estava acima do limite prudencial com pagamento da folha salarial. 

Mesmo assim, Vitor Penido nomeou e concedeu várias comissões, algo que pode ser interpretado como crime de responsabilidade fiscal, segundo a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Nenhum comentário

Sempre Nova Lima - 2016. Tecnologia do Blogger.