Publicidade Cabeça

Presidente faz pronunciamento e anuncia medidas para terminar greve



O presidente Michel Temer (MDB) anunciou medidas para colocar fim a greve dos caminhoneiros.

Uma delas é a redução no preço do diesel em R$0,46 centavos e o congelamento do preço do diesel por 60 dias.

Além disso, Temer anunciou a retirada da cobrança de pedágio por eixo suspenso, demanda histórica dos caminhoneiros.

A Petrobras já havia anunciado o corte de 10% anteriormente e, sobretudo, anunciou congelamento de 15 dias. O Governo, por sua vez, enviou projeto ao Congresso Nacional para zerar a Cide e agora também para zerar o Pis/Cofins, impostos sobre os combustíveis.

Mesmo assim os caminhoneiros se mantiveram em greve. Os ministros de Temer, então, anunciaram que o Governo iria custear as perdas da Petrobras com as reduções do diesel através de um crédito extraordinário que seria aprovado no Congresso, mas também não funcionou.

O Governo começou a usar a força e colocou o Exército nas ruas e a Força Nacional. Alguns pontos começaram a ser desobstruídos. Para além, empresários começaram a ser investigados pela prática de locaute.

Os grevistas se mantiveram e neste domingo houve um novo entendimento. O Sempre espera o anúncio do fim da greve ou não.

Nenhum comentário

Sempre Nova Lima - 2016. Tecnologia do Blogger.