Publicidade Cabeça

Rio de Janeiro reduz imposto e caminhoneiros encerram greve no estado







Após reunião com o governador Fernando Pezão (MDB), onde o ficou acordado a redução do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) de 16 para 12%, os caminhoneiros se comprometeram a encerrar a greve no estado e com isso normalizar a situação até às 11h desta sexta-feira, dia 25.

Ainda nesta noite o Governo Federal anunciou uma série de medidas para normalizar as situações. Entre elas está um repasse para a Petrobras, a fim de mitigar a perda de receita da estatal petrolífera caso esta abaixe o preço do diesel. (Leia)

Além disso, o Governo se comprometeu a zerar a contribuição chamada Cide, que encarecia o preço do diesel. 

Apesar de acertarem o fim da greve no estado, o movimento grevista só será de fato terminado se o movimento nacional acertar o fim, no mesmo sentido. As propostas feitas pelo Governo Michel Temer (MDB), ainda serão discutidas pela categoria.

"Os caminhoneiros vão retirar o piquete das portas das empresas de combustíveis, que era o principal problema. E o estado se preparou para diminuir a alíquota do diesel", explicou Ceciliano (PT), deputado que é presidente em exercício da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro.


Nenhum comentário

Sempre Nova Lima - 2016. Tecnologia do Blogger.