Publicidade Cabeça

Após julgamento que deve afastar o prefeito em agosto, Nova Lima terá que convocar novas eleições







Uma consulta da juíza eleitoral da comarca de Nova Lima, mostrou que após o julgamento do prefeito Vitor Penido de Barros (DEM), em Brasília, no dia 7 de agosto, a cidade terá 90 dias para convocar novas eleições, dizem fontes.

A resposta foi do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) que afirmou que o vice-prefeito só assume em casos de vacância do cargo, como impedimento, morte ou renúncia. Nos demais casos, há de se convocar novas eleições.

Vitor foi condenado a três anos de inelegibilidade e perda dos direitos políticos e precisa deixar a cadeira de prefeito quando o processo transitar em julgado, o que pode acontecer no dia 7 do próximo mês.

Agora, ainda falta definir se quem assumirá a cidade será o vice-prefeito, João Marcelo (PSDB), ou o presidente da Câmara Municipal, José Geraldo Guedes (DEM). Havia o entendimento entre os advogados consultados pelo Sempre Nova Lima de que ao prefeito sair, João Marcelo assumiria.

Todo este pensamento caiu por terra após o ofício do TRE chegar às mãos da Juíza Eleitoral.

O portal solicitará informações da Assessoria de Imprensa do TRE e, também, do Cartório Eleitoral em Nova Lima sobre a suposta consulta

Nenhum comentário

Sempre Nova Lima - 2016. Tecnologia do Blogger.