Publicidade Cabeça

Carlinhos lidera; Álvaro e Fausto dividem a segunda colocação



Foto: Todas as imagens foram retiradas das páginas dos políticos


O Sempre Nova Lima foi às ruas para testar um possível cenário de eleições suplementares. O assunto é controverso e não é pacífico entre os juristas, contudo, o portal testou um cenário com o petista Carlinhos Rodrigues e, também, sem o ex-prefeito da cidade nova-limense.

Esta é a primeira vez que o Sempre testa um cenário eleitoral municipal. E, além disso, é também, a primeira vez que o portal vai às ruas questionar a população sobre um determinado cenário.

Segundo os dados, Carlinhos Rodrigues lidera as intenções de voto com 21,5%. Ele governou Nova Lima entre 2004 e 2012. O vereador Álvaro Azevedo, atualmente no PSDB, somou 8,9%, a exemplo do também vereador Fausto Niquini (PSD), que também alcançou 8,9%.

Na quarta colocação o líder do governo Vitor Penido na Câmara, Wesley de Jesus (PEN), obteve 6,3% das menções, seguido por Silvânio Aguiar (Solidariedade) com 5,1%, assim como o vice-prefeito João Marcelo (PSDB), que também somou 5,1% e o juiz aposentado, Juarez Azevedo, outro que veio pontuar 5,1%.

O também petista Flávio de Almeida, vereador, teve 3,8% das intenções de voto. 17,7% disseram que não votariam em nenhum destes e 17,7% afirmaram não saber em quem votar. Como a enquete foi estimulada, a secretária de Educação, Viviane Matos, não pontuou nesta rodada. Assim como ela, o médico João Carlos também não pontua.

Cenário sem Carlinhos

No cenário sem Carlinhos, quem nutre o maior capital é Álvaro Azevedo, que sai de 8,9% no primeiro cenário, para 19%. Fausto Niquini também parece herdar um maior capital neste caso, já que sai dos mesmos 8,9% para 15,2%.

Neste caso Silvânio Aguiar se desprende dos demais e soma 8,9%, seguido por Wesley de Jesus com 7,6%. Flávio de Almeida também se beneficiou com um cenário sem Carlinhos, já que ele teve 6,3%, contra 3,8%.

João Marcelo oscilou de 5,1% para 6,3%. Aqueles que não souberam opinar, desta vez, obteve 11,4%. Desta vez, porém, João Carlos somou 1,3%.

Rejeição

No quesito rejeição, Carlinhos volta a liderar: 22,8% daqueles que responderam o questionário disseram que não votariam no petista de forma alguma. Flávio vem na segunda colocação com 15,2%, seguido por Wesley com 12,7%, Silvânio com 7,6% e Juarez somando 6,3%.

Aqueles com uma rejeição menor são: Álvaro com 1,3%; João Marcelo e Fausto também com 1,3%, mostrando que ele (vice-prefeito) não herda a rejeição de Vitor; João Carlos com 2,5%; e Viviane com 3,8%.

O Sempre entrevistou pelo menos 100 pessoas e em pelo menos 10 bairros. Cabe ressaltar que a enquete, apesar de ter sido em feita em campo, não tem caráter científico, já que não é bem distribuída pela população. Uma pesquisa eleitoral com caráter científico leva em consideração fatores como idade, renda, localização, crenças e entre outras variáveis. Contudo, sabemos que o estudo consegue demonstrar o termômetro político.

Nenhum comentário

Sempre Nova Lima - 2016. Tecnologia do Blogger.