Publicidade Cabeça

Operação da Polícia Civil mira agressores de mulheres em Minas



Foto: Reprodução/Tv Globo Minas




Uma operação da Polícia Civil em Belo Horizonte e na Região Metropolitana de Belo Horizonte mira o combate a violência contra a mulher. São pelo menos 170 alvos e só na capital são 57 mandados de prisão, busca e apreensão e, também, 30 fiscalizações de cumprimento de medidas protetivas, quando a Justiça ordena que uma determinada pessoa fique alguns metros de uma outra.

Policiais lotados em outras cidades participam da operação denominada "Penha". Nesta terça-feira, dia 7, a Lei Maria da Penha completa 12 anos. Mesmo assim, o Brasil convive com crimes horríveis contra as mulheres. O biológo Luís Felipe Manvailer, por exemplo, é acusado de assassinar sua mulher, a advogada Tatiane Spitzner. A polícia acredita que o professor universitário atirou Tatiane do quarto andar do prédio aonde moravam. Ele está preso.

Vídeos mostram sérias agressões de Luís Felipe à Tatiane no estacionamento do prédio e mesmo no carro do casal. Como se já não bastasse, um homem é suspeito de atirar a mulher do terceiro andar do prédio onde residiam em Brasília, no Distrito Federal.

Uma Bombeira encontrou essa mulher caída e logo acionou o Corpo de Bombeiros para prestar os primeiros socorros. A Polícia Militar foi chamada sob suspeita de suicídio. Quando tentaram entrar no apartamento, encontraram o marido que não quis abrir a porta. Os policiais arrombaram, portanto, e constataram que o homem estava embriagado. Ele foi conduzido à delegacia e não demonstrou sentimentos ao saber que a mulher faleceu com a queda.

Inclusive, vizinhos informaram que as brigas entre os dois eram frequentes e que no dia da morte ouviram, mais uma vez, gritos provenientes do apartamento. Um idoso também foi encontrado no local. Este estava dormindo quando a PM chegou e acordou em seguida. Ele, que é aposentado do Senado Federal, afirmou que não ouviu nada e que tem problemas auditivos.

Nenhum comentário

Sempre Nova Lima - 2016. Tecnologia do Blogger.