Publicidade Cabeça

Casa de Aécio em Nova Lima também foi alvo de buscas


Foto: Pedro Ângelo/G1


A casa do senador Aécio Neves (PSDB-MG) em Nova Lima também foi alvo de buscas pela Polícia Federal, que empreendeu uma nova parte da operação Patmos, que investiga vantagem indevida para parlamentares.

Aécio, Andrea Neves, a sua irmã e Antônio Anastasia (PSDB-MG), também senador, são alguns dos investigados na operação. No caso de Aécio, a suspeita é que a JBS tenha pago R$110 milhões de reais ao tucano e parte do dinheiro teria sido usado na campanha presidencial de 2014, quando Aécio perdeu para Dilma Rousseff (PT).

A suspeita é que contratos de prestação de serviços fictícios tenham sido feitos para justificar o repasse dos valores. Notas fiscais frias teriam sido emitidas. A operação se dá depois que os irmãos Joesley e Wesley Batista delataram Neves.

Os montantes também teriam sido usados para comprar apoio partidário em 2014, com 12 partidos políticos que integraram a coligação do PSDB naquele ano estando no centro das investigações, também.

Nenhum comentário

Sempre Nova Lima - 2016. Tecnologia do Blogger.