Publicidade Cabeça

Por causa de protesto, nova-limense não consegue deixar Espírito Santos rumo a Minas






Uma nova-limense foi uma das impossibilitadas de deixar o estado de Espírito Santo rumo a Minas Gerais nas últimas horas, por causa de um protesto de pescadores que bloqueiam a estrada de ferro Vitória a Minas, em Baixo Guandu.

O trem de passageiros administrado pela Mineradora Vale, portanto, vai percorrer o caminho de Belo Horizonte até Governador Valadares, em Minas, apenas. Com o protesto, passageiros foram pegos de surpresa e agora vão ter restituído o valor pago na passagem. As informações são do portal 'G1'.

A estação de partida fica em Cariacica, na Região Metropolitana de Vitória, onde está Letícia, uma nova-limense, que está presa no local:

"Eu vim com um amigo e nós programamos a viagem, tudo direitinho. Já tinha comprado a passagem e disseram que iam ressarcir o dinheiro, mas como foi comprada no cartão de crédito, eles não vão ressarcir. Eu vou ligar para a minha família em Nova Lima, Minas Gerais, para ver se eles depositam. Mas os ônibus para lá estão lotados e meu amigo que está na fila disse que só tem vaga para remarcar a passagem para daqui a duas semanas", declara Letícia.


Na segunda-feira (14), quando o protesto começou, a Vale fez o baldeio dos passageiros que seguiam para o Espírito Santo por ônibus alugados pela empresa.

A Vale informou que os passageiros com viagens marcadas para esta terça-feira para locais que não serão atendidos podem reagendar o bilhete ou pedir o reembolso da passagem. Para isso, devem se dirigir, no prazo de até 30 dias, a qualquer uma das estações localizadas ao longo da Estrada de Ferro Vitória a Minas.

Os pescadores estão protestando contra a forma como a qual a mineradora tem indenizado os pescadores após o acidente de Mariana.

Nenhum comentário

Sempre Nova Lima - 2016. Tecnologia do Blogger.